Quem sou eu

Minha foto

Me chamo Rogério Rocha. Sou maranhense da cidade de São Luís, mas na verdade me sinto um cidadão do mundo. Sou pós-graduado em Direito Constitucional (Universidade Anhanguera-Uniderp-LFG), pós-graduado em Ética (IESMA), Graduado em Filosofia e Direito (UFMA), mestrando em Criminologia na Universidade Fernando Pessoa (Porto/Portugal). Atualmente sou Servidor do Poder Judiciário do meu estado. Exerci a advocacia durante 6 anos de minha vida,atuando nas áreas de Direito Civil (Família), Direito do Trabalho e do Consumidor. Fui professor do CEFET- MA (atual IFMA) por 2 anos, período em que lecionei tanto para o ensino médio quanto para os alunos de áreas técnicas as disciplinas de Sociologia, Filosofia e Metodologia do Trabalho Científico. Escrevo poesias desde os 12 anos de idade. Homem livre e de bons costumes, amante da música, da arte, da história e de viagens. Obs.: Postgraduate in Constitutional Law (University Anhanguera-Uniderp-LFG), Postgraduate in Ethics (IESM), graduated in Philosophy and Law (College); Public Server at Judiciary Power, Teacher, Poet.

terça-feira, 29 de março de 2011

LADRÃO GAGO USA BILHETE EM ASSALTO

Fonte: UOL Notícias
  • Bilhete com a mensagem É um assalto foi entregue a frentista de posto em Limeira, interior de SP Bilhete com a mensagem "É um assalto" foi entregue a frentista de posto em Limeira, interior de SP
Um ladrão gago utilizou um bilhete para anunciar um assalto nesta segunda-feira (28) à noite a um posto de gasolina, no Jardim Piratininga, em Limeira, interior de São Paulo.
Em uma folha de caderno, o homem escreveu a mensagem “É um assalto” e entregou ao frentista do estabelecimento.
O assalto aconteceu por volta das 21h20. De acordo com informações do frentista à polícia, ele foi abordado pelo servente com o bilhete e, ao desconfiar que tratava-se de uma brincadeira, não entregou o dinheiro de imediato.
O criminoso então, mesmo com problemas na fala, disse ao frentista que era “sério” e que caso o dinheiro não fosse jogado no chão, atiraria. Então, o frentista entregou o dinheiro. O bilhete com o anúncio foi deixado no local.
De acordo com informações do boletim de ocorrência, o assaltante, um servente de pedreiro de 26 anos identificado pelas iniciais A.J.F, simulou que estava armado ao colocar a mão dentro da camiseta. Ele conseguiu levar R$ 392 do estabelecimento.
O ladrão foi encontrado logo depois pela polícia de Limeira. Ele estava em uma bicicleta e admitiu ter cometido o crime. Aos policiais, ele teria afirmado ser usuário de cocaína e disse também que não estava armado.
O servente já tinha antecedentes criminais por assalto e foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória de Piracicaba.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe do nosso blog, comentando, sugerindo e deixando o seu recado.

Postagens populares

Total de visualizações de página

Páginas