Quem sou eu

Minha foto

Me chamo Rogério Rocha. Sou maranhense da cidade de São Luís, mas na verdade me sinto um cidadão do mundo. Sou pós-graduado em Direito Constitucional (Universidade Anhanguera-Uniderp-LFG), pós-graduado em Ética (IESMA), Graduado em Filosofia e Direito (UFMA), mestrando em Criminologia na Universidade Fernando Pessoa (Porto/Portugal). Atualmente sou Servidor do Poder Judiciário do meu estado. Exerci a advocacia durante 6 anos de minha vida,atuando nas áreas de Direito Civil (Família), Direito do Trabalho e do Consumidor. Fui professor do CEFET- MA (atual IFMA) por 2 anos, período em que lecionei tanto para o ensino médio quanto para os alunos de áreas técnicas as disciplinas de Sociologia, Filosofia e Metodologia do Trabalho Científico. Escrevo poesias desde os 12 anos de idade. Homem livre e de bons costumes, amante da música, da arte, da história e de viagens. Obs.: Postgraduate in Constitutional Law (University Anhanguera-Uniderp-LFG), Postgraduate in Ethics (IESM), graduated in Philosophy and Law (College); Public Server at Judiciary Power, Teacher, Poet.

sábado, 5 de março de 2011

Phil Collins vai parar

Phil Collins anuncia que vai deixar a música: 'ninguém sentirá minha falta'

Infelizmente mais uma notícia ruim para o já combalido mundo da música. O  cantor e baterista Phil Collins (ex-Genesis) anunciou que está deixando a música e acredita que ninguém sentirá sua falta. Foi o que declarou à revista "FHM Magazine", num tom um tanto quanto desencantado. 

Além dessa inesperada declaração,  o jornal britânico "The Independent" informou que estaria com a audição do ouvido esquerdo arruinada, uma vértebra deslocada no pescoço e uma lesão nos nervos das mãos, o que o impede de tocar bateria.

O ex-baterista do Genesis vendeu mais de 150 milhões de discos como artista solo, marca invejável para um cantor pop. No ano passado, ele lançou uma coletânea de versões para standards da Motown, chamada "Going back".

Na mesma entrevista, disse que houve um tempo em que sua imagem sofreu uma superexposição na mídia. Só dava ele. Era Phil no cinema, nas revistas, hits e mais hits tocando em clips na tv e dominando as rádios ao redor do mundo, participações em eventos grandiosos, shows em que deixava o posto de frontman e tocava magistralmente seu instrumento preferido, a bateria.

Collins contou ainda que não se enxerga mais na atual indústria musical: "Eu olho para o MTV Music Awards e penso 'não pertenço a esse mundo e não acho que alguém vá sentir a minha falta'. Estou muito mais feliz em sair de cena completamente. Vou sair em um passeio de bicicleta misterioso e nunca mais voltar. Seria uma ótima maneira de terminar essa história, não acha?".

Portanto, aos muitos fãs desse excelente cantor, resta aceitar a decisão que ele tomou e não deixar de reverenciar a música de qualidade que nos propiciou ao longo de sua carreira brilhante. Valeu Phil!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe do nosso blog, comentando, sugerindo e deixando o seu recado.

Postagens populares

Total de visualizações de página

Páginas