Quem sou eu

Minha foto

Me chamo Rogério Rocha. Sou maranhense da cidade de São Luís, mas na verdade me sinto um cidadão do mundo. Sou pós-graduado em Direito Constitucional (Universidade Anhanguera-Uniderp-LFG), pós-graduado em Ética (IESMA), Graduado em Filosofia e Direito (UFMA), mestrando em Criminologia na Universidade Fernando Pessoa (Porto/Portugal). Atualmente sou Servidor do Poder Judiciário do meu estado. Exerci a advocacia durante 6 anos de minha vida,atuando nas áreas de Direito Civil (Família), Direito do Trabalho e do Consumidor. Fui professor do CEFET- MA (atual IFMA) por 2 anos, período em que lecionei tanto para o ensino médio quanto para os alunos de áreas técnicas as disciplinas de Sociologia, Filosofia e Metodologia do Trabalho Científico. Escrevo poesias desde os 12 anos de idade. Homem livre e de bons costumes, amante da música, da arte, da história e de viagens. Obs.: Postgraduate in Constitutional Law (University Anhanguera-Uniderp-LFG), Postgraduate in Ethics (IESM), graduated in Philosophy and Law (College); Public Server at Judiciary Power, Teacher, Poet.

sexta-feira, 13 de maio de 2011

São Luís: a cidade dos buracos

Ruas de São Luís são dominadas por buracos e ameaçam segurança de motoristas

Ismael Araújo
Especial para o UOL Notícias
Em São Luís

Buracos nas ruas de São Luís (MA)

Foto 20 de 20 - Carros desviam de crateras na travessa Paulo VI, em São Luís (MA). Há mais de seis meses, moradores de São Luís estão revoltados pelo excesso de buracos nas ruas avenidas da cidade. Com a chegada do período chuvoso, nos meses de abril e maio, a situação agravou-se ainda mais UOL
 
Há mais de seis meses, moradores e visitantes de São Luís estão incomodados com o excesso de buracos que aparecem quase diariamente nas ruas e avenidas da cidade. Como tem ocorrido todos os anos, com a chegada do período chuvoso, em abril e maio, a situação piora, e a prefeitura não consegue manter as vias lisas e adequadas para o trânsito.
Neste ano, em uma das avenidas mais movimentadas da cidade, a Luiz Rocha, no bairro do Monte Castelo, um ônibus caiu em um enorme buraco. Um trator teve de ser usado para tirar o veículo, que ficou mais de três horas preso, provocando um engarrafamento de mais de cinco quilômetros.
Em pleno Centro Histórico, local visitado por dezenas de turistas todos os dias, está cheio de lixo, buracos, paralelepípedos faltando e até com luminárias de lampiões quebradas. Os visitantes das ruas centenárias estão revoltados com o descaso.
A turismóloga Lídia Flor Lima disse que, nos últimos cinco meses, sente receio ao trazer visitantes para essa área da cidade devido ao cenário deplorável em que ele se encontra.
Há bairros de São Luís, como o Cohatrac, Cidade Operária, João de Deus, Coroado, Calhau e até mesmo o Centro, onde as ruas chegam a ficar divididas. Na rua da Baronesa, a cratera tomou conta de toda a extensão da via. Os moradores precisam tomar muito cuidado ao sair de casa para não cair e fraturar uma braço ou uma perna, por exemplo.

Os buracos espalhados pelas ruas da cidade se tornam verdadeiras armadilhas para os motoristas, principalmente à noite, quando os cuidados devem ser redobrados.

Outro lado

A Secretaria de Obras e Serviços Públicos (Semosp) de São Luís informou que pretende aguardar o término do período chuvoso para começar as obras de reparo dos buracos nas vias da capital. Segundo o órgão municipal, paralelepípedos e placas de concretos estão sendo provisoriamente colocados nos locais onde os buracos inviabilizam o tráfego.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe do nosso blog, comentando, sugerindo e deixando o seu recado.

Postagens populares

Total de visualizações de página

Páginas