Quem sou eu

Minha foto

Me chamo Rogério Rocha. Sou maranhense da cidade de São Luís, mas na verdade me sinto um cidadão do mundo. Sou pós-graduado em Direito Constitucional (Universidade Anhanguera-Uniderp-LFG), pós-graduado em Ética (IESMA), Graduado em Filosofia e Direito (UFMA), mestrando em Criminologia na Universidade Fernando Pessoa (Porto/Portugal). Atualmente sou Servidor do Poder Judiciário do meu estado. Exerci a advocacia durante 6 anos de minha vida,atuando nas áreas de Direito Civil (Família), Direito do Trabalho e do Consumidor. Fui professor do CEFET- MA (atual IFMA) por 2 anos, período em que lecionei tanto para o ensino médio quanto para os alunos de áreas técnicas as disciplinas de Sociologia, Filosofia e Metodologia do Trabalho Científico. Escrevo poesias desde os 12 anos de idade. Homem livre e de bons costumes, amante da música, da arte, da história e de viagens. Obs.: Postgraduate in Constitutional Law (University Anhanguera-Uniderp-LFG), Postgraduate in Ethics (IESM), graduated in Philosophy and Law (College); Public Server at Judiciary Power, Teacher, Poet.

domingo, 10 de julho de 2011

Brasil vence Argentina e vai à final da Liga Mundial de Vôlei



Após quase duas horas de jogo, o Brasil conseguiu bater a Argentina por 3 sets a 0 --parciais 25/22, 42/40 e 25/23 -- e se classificar para a final da Liga Mundial de vôlei. Na decisão, o time brasileiro enfrentará a Polônia, anfitriã da fase final do torneio, ou a Rússia, que duelam às 15h (horário de Brasília).
FIVB/Divulgação
O brasileiro Theo ataca contra a defesa argentina
O brasileiro Theo ataca contra a defesa argentina
Esta é a décima final da seleção brasileira na Liga Mundial sob o comando de Bernardinho --12ª no geral. Com o técnico, a equipe só ficou fora da decisão em 2008, quando foi eliminada pelos EUA na semifinal e acabou ficando na quarta posição do torneio. Em 2002, jogando em Belo Horizonte, o Brasil sucumbiu diante da Rússia na final.
Desde 2001, estas foram as únicas vezes que a seleção não terminou campeã da competição.
O Brasil ainda foi campeão em 1993 (vitória sobre a Rússia) e vice em 1995 (derrota para a Itália).
O JOGO
No primeiro set, as duas equipes fizeram um confronto equilibrado, porém a seleção brasileira sempre se manteve na frente da rival. Em um bloqueio do meia de rede Lucão, o Brasil fechou a parcial em 25/22.
O segundo set foi um dos mais disputados da história da competição. Após várias trocas de pontos, a parcial chegou a ficar empatada em 40 a 40. A equipe treinada por Bernardinho conseguiu fechar em incríveis 42/40 depois de um ataque do oposto Théo e um bloqueio argentino para a fora.
A disputa mais longa, em pontos, da história da Liga Mundial aconteceu também no segundo set de uma partida entre Brasil e Canadá, em 99. Naquela oportunidade, a parcial acabou 44 a 42 para a seleção sul-americana.
No terceiro set, o Brasil voltou a ser superior à Argentina e, mesmo relaxando na final da parcial, permitindo a reação da rival, não encontrou dificuldades para bater o adversário por 25/23.
FIVB/Divulgação
Facundo Conte tenta o ponto para a Argentina, mas Théo e Sidão aparecem no bloqueio
Facundo Conte tenta o ponto para a Argentina, mas Théo e Sidão aparecem no bloqueio
Fonte: Folha.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe do nosso blog, comentando, sugerindo e deixando o seu recado.

Postagens populares

Total de visualizações de página

Páginas