Quem sou eu

Minha foto

Me chamo Rogério Rocha. Sou maranhense da cidade de São Luís, mas na verdade me sinto um cidadão do mundo. Sou pós-graduado em Direito Constitucional (Universidade Anhanguera-Uniderp-LFG), pós-graduado em Ética (IESMA), Graduado em Filosofia e Direito (UFMA), mestrando em Criminologia na Universidade Fernando Pessoa (Porto/Portugal). Atualmente sou Servidor do Poder Judiciário do meu estado. Exerci a advocacia durante 6 anos de minha vida,atuando nas áreas de Direito Civil (Família), Direito do Trabalho e do Consumidor. Fui professor do CEFET- MA (atual IFMA) por 2 anos, período em que lecionei tanto para o ensino médio quanto para os alunos de áreas técnicas as disciplinas de Sociologia, Filosofia e Metodologia do Trabalho Científico. Escrevo poesias desde os 12 anos de idade. Homem livre e de bons costumes, amante da música, da arte, da história e de viagens. Obs.: Postgraduate in Constitutional Law (University Anhanguera-Uniderp-LFG), Postgraduate in Ethics (IESM), graduated in Philosophy and Law (College); Public Server at Judiciary Power, Teacher, Poet.

domingo, 24 de julho de 2011

Com 2 de Diego Souza, Vasco bate Atlético-MG e entra no G4

Fora de casa, Vasco vence Atlético-MG por 2 a 1
DE SÃO PAULO

Com dois gols do meia Diego Souza, um em cada tempo, o Vasco bateu o Atlético-MG por 2 a 1, em Ipatinga (MG), pela 11ª rodada do Brasileiro.

Diego Souza fez o primeiro gol do Vasco, aos 17min da primeira etapa. Magno Alves, aos 41min, empatou a partida.
O atacante Alecsandro, da equipe de São Januário, ainda desperdiçou uma penalidade aos 22min da etapa final. O vascaíno bateu no meio da meta atleticana e o goleiro Giovanni fez a defesa.
Porém, no final do duelo, aos 44min, Leonardo Silva derrubou o meia Bernardo na área. Outro pênalti e expulsão do zagueiro. Diego souza bateu no ângulo direito e o arqueiro do time mineiro nem se mexeu.
Com este resultado, o Vasco chegou ao G4, pois está com 20 pontos e ultrapassou o Palmeiras, que perdeu para o Flu por 1 a 0, e estacionou no 19.
O time carioca já está classificado para a Libertadores da próxima temporada, pois conquistou a Copa do Brasil.
Já o Atlético-MG estacionou nos 11 pontos e está na 15ª colocação.
Na próxima rodada, o clube de Belo Horizonte recebe o Fluminense, enquanto o Vasco pega o Bahia.
O JOGO
O Atlético-MG começou melhor o confronto e, logo aos 3min, o meia Caio arriscou de fora da área. A bola passou rente a trave de Fernando Prass, goleiro do Vasco, que ainda espalmou para escanteio.
Sete minutos depois, o lateral direito Patric apareceu como elemento surpresa, saiu na cara de Prass, mas o goleiro desviou novamente para escanteio.
A equipe carioca não conseguia passar do meio de campo e apostava na velocidade de Éder Luís para puxar os contra-ataques. Aos 17min, depois de um cruzamento na área, Diego Souza se antecipou à zaga e cabeceou firme para gol de Giovanni. Vasco 1 a 0.
Após o tento carioca, o Atlético-MG retomou a posse de bola, mas não sabia o que fazer com ela e pouco assustava o rival de São Januário.
O atacante Jonatas Obina ainda tentava incomodar o arqueiro vascaíno, mas ora estava impedido, ora finalizava para fora.
Aos 41min, Daniel Carvalho deu um passe de calcanhar para Magno Alves, que ficou livre, e só tocou na saída de Prass para empatar o duelo. Atlético-MG 1 x Vasco 1.
Na segunda etapa, aos 8min, Eduardo Costa, do Vasco, cabeceou, a bola bateu na trave e quicou sobre a linha. Em seguida, a zaga atleticana afastou e evitou o segundo gol carioca.
Nove minutos depois, após uma cobrança de escanteio na área mineira, Alecsandro, sumido na partida, cabeceou no travessão da meta mandante.
O zagueiro Réver respondeu ao cabecear livre, mas a finalização foi para fora.
Na sequência, Fágner desceu pela direita, cruzou na área, mas a zaga mandou para escanteio. Na cobrança, Julinho cabeceou e Réver desviou com o braço. Pênalti marcado pelo juiz Edivaldo Elias da Silva.
Alecsandro bateu no meio e o goleiro Giovanni defendeu com o joelho.
Aos 26min, Neto Berola, que substituíra Jonatas Obina, invadiu a área e recebeu o carrinho de Dedé. Os atleticanos pediram a penalidade, mas o árbitro nada marcou.
Já no fim do jogo, aos 44min, o meia Bernardo, que entrara no lugar de Julinho, invadiu a área e foi derrubado por um carrinho de Leonardo Silva. Outro pênalti e expulsão do zagueiro atleticano.
Diego Souza bateu firme no ângulo e deu a vitória para o Vasco. 2 a 1.

Fonte: Folha.com - Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe do nosso blog, comentando, sugerindo e deixando o seu recado.

Postagens populares

Total de visualizações de página

Páginas