Quem sou eu

Minha foto

Me chamo Rogério Rocha. Sou maranhense da cidade de São Luís, mas na verdade me sinto um cidadão do mundo. Sou pós-graduado em Direito Constitucional (Universidade Anhanguera-Uniderp-LFG), pós-graduado em Ética (IESMA), Graduado em Filosofia e Direito (UFMA), mestrando em Criminologia na Universidade Fernando Pessoa (Porto/Portugal). Atualmente sou Servidor do Poder Judiciário do meu estado. Exerci a advocacia durante 6 anos de minha vida,atuando nas áreas de Direito Civil (Família), Direito do Trabalho e do Consumidor. Fui professor do CEFET- MA (atual IFMA) por 2 anos, período em que lecionei tanto para o ensino médio quanto para os alunos de áreas técnicas as disciplinas de Sociologia, Filosofia e Metodologia do Trabalho Científico. Escrevo poesias desde os 12 anos de idade. Homem livre e de bons costumes, amante da música, da arte, da história e de viagens. Obs.: Postgraduate in Constitutional Law (University Anhanguera-Uniderp-LFG), Postgraduate in Ethics (IESM), graduated in Philosophy and Law (College); Public Server at Judiciary Power, Teacher, Poet.

terça-feira, 5 de julho de 2011

João Sorrisão ou João Chatão?

Essa vem do blog do colunista André Barcinski, tirando um sarro com o tal do João Sorrisão lá do Glogo Esporte.


Quem sugere um amigo pro João Sorrisão?









Se você não mora em Marte, certamente ouviu falar do tal João Sorrisão.
Para resumir: o programa “Esporte Espetacular”, da TV Globo, lançou uma campanha sugerindo aos jogadores que comemorassem seus gols imitando um boneco João bobo. Virou uma febre entre os jogadores.
Já que nossos boleiros parecem abertos a novas idéias, gostaria de sugerir algumas variações do João Sorrisão que, acredito, adicionariam ainda mais graça e diversão aos jogos:
João Porradão: uma homenagem não só ao futebol, mas à popularidade do MMA no Brasil. Após o gol, o time todo tira as camisas e ataca o autor do gol com joelhadas na cara, chutes no nariz e chaves de braço.
João Ressacão: o artilheiro corre para a câmera, faz cara de bêbado, e, por fim, vomita na lente. Um barato.
João Postão: Esse é bem divertido e serve também como homenagem ao melhor amigo do homem. O artilheiro imita um poste, imóvel, enquanto seus companheiros ficam de quatro, levantam a perninha e urinam no seu pé.
João Imolação: assim que marca o gol, o craque derruba uma garrafa de querosene na cabeça e ateia fogo; seus companheiros se jogam em cima dele para debelar as chamas.
João Kamikazão: Essa comemoração é fantástica: assim que balançar as redes, o artilheiro corre com o dedo médio em riste, pula o alambrado e se joga no meio da torcida adversária. Diversão garantida.
E quem quiser sugerir outras variações, fique à vontade...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe do nosso blog, comentando, sugerindo e deixando o seu recado.

Postagens populares

Total de visualizações de página

Páginas