Quem sou eu

Minha foto

Me chamo Rogério Rocha. Sou maranhense da cidade de São Luís, mas na verdade me sinto um cidadão do mundo. Sou pós-graduado em Direito Constitucional (Universidade Anhanguera-Uniderp-LFG), pós-graduado em Ética (IESMA), Graduado em Filosofia e Direito (UFMA), mestrando em Criminologia na Universidade Fernando Pessoa (Porto/Portugal). Atualmente sou Servidor do Poder Judiciário do meu estado. Exerci a advocacia durante 6 anos de minha vida,atuando nas áreas de Direito Civil (Família), Direito do Trabalho e do Consumidor. Fui professor do CEFET- MA (atual IFMA) por 2 anos, período em que lecionei tanto para o ensino médio quanto para os alunos de áreas técnicas as disciplinas de Sociologia, Filosofia e Metodologia do Trabalho Científico. Escrevo poesias desde os 12 anos de idade. Homem livre e de bons costumes, amante da música, da arte, da história e de viagens. Obs.: Postgraduate in Constitutional Law (University Anhanguera-Uniderp-LFG), Postgraduate in Ethics (IESM), graduated in Philosophy and Law (College); Public Server at Judiciary Power, Teacher, Poet.

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Mano Menezes investe em formação única para iniciar Copa América

Por
Wagner Menezes - Super Rádio Tupi

Desde que chegou à Argentina e começou a trabalhar, Mano Menezes vem treinando a Seleção Brasileira com apenas uma escalação. O fato pode chamar a atenção de algumas pessoas, mas o treinador tem uma explicação para esta linha de trabalho.

“Tivemos pouquíssimas oportunidades de usá-la em jogos amistosos, para ser preciso, apenas contra os Estados Unidos. Então, se pretendemos utilizar esse time contra a Venezuela, temos que treiná-lo bastante. Após a estreia, teremos um bom período para fazer algumas experiências e testar algumas alternativas de formação”, explicou.

O time treinado por Mano Menezes mescla juventude e experiência. Lúcio, Julio César e Robinho podem ser considerados os líderes do grupo. Neymar, Ganso, Alexandre Pato e Thiago Silva se destacam pela categoria. São tidos e havidos como atletas que podem fazer a diferença em suas posições. É nesse equilíbrio que o Brasil aposta para conquistar seu nono título continental.
 
Fonte: Superesportes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe do nosso blog, comentando, sugerindo e deixando o seu recado.

Postagens populares

Total de visualizações de página

Páginas