Quem sou eu

Minha foto

Me chamo Rogério Rocha. Sou maranhense da cidade de São Luís, mas na verdade me sinto um cidadão do mundo. Sou pós-graduado em Direito Constitucional (Universidade Anhanguera-Uniderp-LFG), pós-graduado em Ética (IESMA), Graduado em Filosofia e Direito (UFMA), mestrando em Criminologia na Universidade Fernando Pessoa (Porto/Portugal). Atualmente sou Servidor do Poder Judiciário do meu estado. Exerci a advocacia durante 6 anos de minha vida,atuando nas áreas de Direito Civil (Família), Direito do Trabalho e do Consumidor. Fui professor do CEFET- MA (atual IFMA) por 2 anos, período em que lecionei tanto para o ensino médio quanto para os alunos de áreas técnicas as disciplinas de Sociologia, Filosofia e Metodologia do Trabalho Científico. Escrevo poesias desde os 12 anos de idade. Homem livre e de bons costumes, amante da música, da arte, da história e de viagens. Obs.: Postgraduate in Constitutional Law (University Anhanguera-Uniderp-LFG), Postgraduate in Ethics (IESM), graduated in Philosophy and Law (College); Public Server at Judiciary Power, Teacher, Poet.

domingo, 17 de julho de 2011

Uruguai vence Argentina e se credencia ao título da Copa América


Foto: APAmpliar
Goleiro uruguaio Muslera foi o grande destaque da classificação

Em um clássico cheio de grandes emoções no estádio Brigadier Estanislao López, em Santa Fé, o Uruguai derrotou a Argentina por 5 a 4 na disputa por pênaltis, depois de empate em 1 a 1 no tempo normal, que persistiu na prorrogação, e agora enfrentará a zebra Peru na primeira das semifinais da Copa América.
Se o estádio de Santa Fé é chamado de "Cemitério de Elefantes", em alusão ao fato de muitos times grandes do futebol mundial terem nele perdido para o time local, podemos dizer que ontem o Uruguai aprontou um verdadeiro "Elefantazo".
O goleiro uruguaio Muslera foi um dos destaques do emocionante duelo, praticando uma série de defesas sensacionais que garantiram o empate no tempo normal. Não bastasse isso, o jogador da Lazio defendeu a cobrança de pênalti de Tevez, garantindo a classificação uruguaia frente ao rival histórico. 
Mas, justiça seja feita, a equipe Uruguaia como um todo jogou uma bela partida, sendo sempre muito perigosa em suas jogadas mais incisivas e efetiva também na marcação. Suárez e Forlan, em jogadas bem tramadas, levaram perigo constante à defesa argentina. Enquanto isso, os incansáveis Arévalo e Álvaro Pereira contribuíram enormemente para o êxito da equipe, com atuações dignas de destaque, sobretudo quanto aos seus posicionamentos táticos.
Os 90 minutos de partida foram disputados com intensidade e muita movimentação, saindo a 'Celeste' em vantagem logo aos cinco minutos.
Após cruzamento de Forlán, Cáceres cabeceou para boa defesa de Romero, que, no entanto, não conseguiu evitar o gol de Pérez no rebote. Aos 17 minutos, porém, após jogada de Messi, Higuaín empataria de cabeça, finalizando no canto de Muslera.
Aos 38, Pérez cometeu falta violenta em Gago, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. 
No segundo tempo, aos 41 minutos, Mascherano derrubou Suárez e também foi expulso. Um minuto depois, Muslera salvou os uruguaios com duas defesas milagrosas.
Na primeira etapa da prorrogação, Higuaín ainda acertou uma bola na trave de Muslera, mas nada que  abalasse a excelente atuação do arqueiro uruguaio.
Na disputa por pênaltis todos os uruguaios converteram suas cobranças, enquanto, pelo lado da Argentina, Carlos Tévez, perdeu o terceiro pênalti da equipe da casa e determinou a eliminação da equipe da casa. 
Merecida a vitória uruguaia, que se credencia agora a vencer sua 15ª Copa América. 
FICHA TÉCNICA - ARGENTINA 1 (4) X (5) 1 URUGUAI
Local: Estádio General Brigadeiro Estanislao Lopez, em Santa Fé (Argentina)
Data: 16 de julho de 2011 (Sábado)Horário: 19h15 (de Brasília)Árbitro: Carlos Amarilla (Paraguai)Assistentes: Nicolás Yegros (Paraguai) e Luiz Sánchez (Venezuela)Cartões amarelos: Cáceres e González (Uruguai); Tevez, Gago, Gabriel Milito, Burdisso e Zabaleta (Argentina)Cartões vermelhos: Pérez (Uruguai); Mascherano (Argentina)Gols:ARGENTINA: Higuain, aos 17 minutos do primeiro tempo.URUGUAI: Pérez, aos cinco minutos do primeiro tempo.PÊNALTIS: Marcaram Forlán, Suárez, Scotti, Gargano e Cáceres (Uruguai); Messi, Burdisso, Pastore e Higuain (Argentina). Errou Tevez (Argentina).
ARGENTINA: Romero, Zabaleta, Burdisso, Gabriel Milito e Zanetti; Mascherano, Gago (Biglia) e Messi; Di María (Pastore), Higuaín e Aguero (Tevez)
Técnico: Sergio Batista
URUGUAI: Muslera, Maxi Pereira, Lugano, Victorino (Scotti) e Cáceres; Pérez, Arévalo Ríos (Gargano), González e Álvaro Pereira (Eguren); Suárez e Forlán
Técnico: Oscar Tabárez.
Veja também os melhores momentos da partida, com a transmissão da Sportv:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe do nosso blog, comentando, sugerindo e deixando o seu recado.

Postagens populares

Total de visualizações de página

Páginas