Quem sou eu

Minha foto

Me chamo Rogério Rocha. Sou maranhense da cidade de São Luís, mas na verdade me sinto um cidadão do mundo. Sou pós-graduado em Direito Constitucional (Universidade Anhanguera-Uniderp-LFG), pós-graduado em Ética (IESMA), Graduado em Filosofia e Direito (UFMA), mestrando em Criminologia na Universidade Fernando Pessoa (Porto/Portugal). Atualmente sou Servidor do Poder Judiciário do meu estado. Exerci a advocacia durante 6 anos de minha vida,atuando nas áreas de Direito Civil (Família), Direito do Trabalho e do Consumidor. Fui professor do CEFET- MA (atual IFMA) por 2 anos, período em que lecionei tanto para o ensino médio quanto para os alunos de áreas técnicas as disciplinas de Sociologia, Filosofia e Metodologia do Trabalho Científico. Escrevo poesias desde os 12 anos de idade. Homem livre e de bons costumes, amante da música, da arte, da história e de viagens. Obs.: Postgraduate in Constitutional Law (University Anhanguera-Uniderp-LFG), Postgraduate in Ethics (IESM), graduated in Philosophy and Law (College); Public Server at Judiciary Power, Teacher, Poet.

segunda-feira, 30 de abril de 2012

Nokia deve vender unidade de celulares de luxo


Operação é estimada em aproximadamente US$ 265; Vertu produz celulares que custam até US$ 320 mil

A Nokia, uma das maiores fabricantes de celulares do mundo, deverá vender sua unidade de celulares de luxo, a Vertu. A informação foi repassada à Reuters nesta segunda-feira (30) por uma fonte não identificada, ligada aos negócios estratégicos da companhia.
O jornal britânico Financial Times publicou na edição de hoje que o private equity Permira, um fundo de participação de empresas, estaria em negociações avançadas com a Nokia para concluir a operação, estimada em 200 milhões de euros (aproximadamente US$ 265 milhões).

A Vertu produz alguns dos aparelhos celulares mais caros do mundo - não por suas funcionalidades, mas pelos adereços exóticos, como botões de safira e displays de cristal, que só bilionários estariam dispostos a comprar. Alguns modelos chegam a custar 200 mil libras, ou cerca de US$ 320 mil. 

Fonte: Administradores.com.br

Israel inicia construção de muro na fronteira com o Líbano


Governo israelense alega que barreira de concreto é necessária para aumentar segurança de área que já tem cerca

Israel deu início nesta segunda-feira à construção de um muro com extensão de um quilômetro ao longo da fronteira com o Líbano, afirmando que a barreira é necessária para melhorar a segurança em uma cidade israelense situada em frente a um vilarejo libanês.
Foto: ReutersIsraelense mexe em arame farpado na fronteira entre Israel e Líbano, onde muro começou a ser construído
Uma cerca de segurança percorre toda a extensão da fronteira, mas o Exército disse que as defesas precisaram ser reforçadas com um muro de cimento com cerca de 5 a 7 metros de altura entre a cidade israelense de Metulla e o vilarejo libanês de Kila.
"(O muro) é planejado para evitar tiros do lado libanês para o lado israelense. No último ano e meio, houve um número considerável de incidentes", afirmou o coronel Amit Fisher, um comandante veterano na fronteira, à Israel Radio.
Um cessar-fogo tem sido amplamente mantido ao longo da fronteira desde que Israel entrou em guerra com o grupo libanês Hezbollah em 2006.
Tropas de manutenção de paz da ONU estão posicionadas na área da fronteira no sul do Líbano. O Exército israelense disse que o projeto da fronteira havia sido coordenado com as forças da ONU e o Exército libanês.
Israel também está construindo uma cerca de segurança no sul do país, ao longo da fronteira com o Deserto do Sinal, do Egito, alegando preocupações com atividade de militantes e contrabando.
Com Reuters
Fonte: Último Segundo IG

Publicidade na internet cresce numa velocidade quatro vezes maior que o mercado


O Brasil tem elevado as taxas de crescimento dos usuários que acessam a internet e, ao mesmo tempo, o mercado de publicidade online cresce potencialmente –  numa velocidade quatro vezes maior que o os outros meios. A previsão para este ano em relação a 2011 , segundo estimativa do IAB Brasil (Interactive Advertising Bureau), é que o mercado de internet evolua 39,1%, atinja um faturamento total de R$ 4,65 bilhões e alcance a fatia de 13,7% do “bolo” publicitário.

No ano passado, a internet cresceu 43,5% em relação a 2010, representou 11,83% do bolo publicitário e faturou R$ 3,339 bilhões.  
Em 2012, a internet deve se consolidar como o segundo meio de comunicação mais importante para os investimentos publicitários. A maior participação é da TV aberta, seguida pela internet, jornal, revista, rádio e TV paga.




Oitenta milhões de brasileiros com 16 anos ou mais se conectaram à internet em 2011, segundo o Ibope. Do total, 49% eram das classes C, D e E, e 51% das classes A e B. “A classe média tem alcançado um novo patamar de consumo, apontando desenvolvimento do país e atraindo o mercado publicitário. A internet tem obtido uma penetração significativa junto à população brasileira, o que é um verdadeiro desafio para o mercado. Cada vez mais temos novas alternativas no planejamento de mídia e é importante que o consumidor se sinta envolvido, não cercado por apelos publicitários”, comenta Luiz Fernando Vieira, sócio e vice-presidente de mídia da África, reeleito para segundo mandato do Grupo de Mídia de São Paulo.

O IAB Brasil é uma associação que tem desenvolve o mercado de mídia interativa no Brasil. A entidade possui 161 filiados, entre sites e portais, empresas de tecnologia, agências e desenvolvedoras web.
O Grupo de Mídia São Paulo reúne mais de mil profissionais da área que trabalham em agências de publicidade e tem a missão de promover a evolução técnica da mídia no Brasil e apontar caminhos para a solução de problemas comuns aos profissionais de propaganda.
Fonte: br.noticias.yahoo.com

Novas regras para vistos para os EUA entram em vigor


SÃO PAULO - Entraram em vigor no país, nesta segunda-feira, as novas regras para a solicitação de visto para os Estados Unidos. Segundo o Consulado Geral em São Paulo, o posto que emite mais vistos americanos no mundo - o Rio é o quinto-, o processo está menos burocrático e mais rápido, além de mais barato para vistos de turismo e negócios, que representam a maioria das solicitações.


Antes, nos dois casos acima, o solicitante gastava cerca de R$ 380. Com o novo sistema, desembolsará uma taxa única no valor de US$ 160 (aproximadamente R$ 300). Outra mudança, de acordo com o Consulado Geral dos Estados Unidos em São Paulo, é o tempo de espera para agendamento. Na capital paulista, por exemplo, todo o processo, do preenchimento do formulário até a entrega do passaporte com o visto, chegava a durar mais de 50 dias. Agora, levará cerca de 30. Nos demais consulados e embaixada, o tempo de espera é menor, por conta da menor demanda.

A entrevista para obtenção de visto deverá ser marcada através do website
http://brazil.usvisa-info.com, onde o visitante pode, também, pagar a taxa única. Caso prefira, o pagamento pode ser feito por telefone ou através de um boleto bancário gerado no próprio website - antes as taxas eram pagas apenas no Citibank, com passaporte.
A princípio, os solicitantes deverão entregar documentos, tirar foto 5 x 7 (sem custo adicional) e recolher digitais em um dos Centros de Atendimento ao Solicitante de Visto (Casv), que serão abertos no próximo dia 7 de maio em Brasília, Belo Horizonte, Recife, no Rio de Janeiro e em São Paulo. Se necessário, em uma nova data - no máximo uma semana depois-, o solicitante terá de comparecer a um consulado ou embaixada em Brasília. Todo o processo poderá ser rastreado.
- Nem todas as pessoas, no entanto, terão de cumprir as duas etapas. Quem estiver renovando o documento vencido fica isento de fazer a entrevista com o vice-cônsul - diz Benjamin Chiang, adido de imprensa do Consulado Geral dos Estados Unidos em São Paulo.
Os interessados em obter o visto que tenham menos de 15 anos e mais de 66 não precisam colher impressões digitais, mas devem entregar fotos 5x7.
De acordo com Chiang, o Consulado Geral em São Paulo atende, em média, 3 mil solicitantes por dia. É o posto (consulado/embaixada) que mais emite vistos no mundo desde 2009.
- Com o novo sistema, poderemos atender até 5 mil pessoas diariamente - garante.
Chiang lembra, ainda, que os Casvs funcionarão de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h e, aos domingos, das 13h às 18h. São Paulo terá duas unidades enquanto Rio, Recife, Brasília e Belo Horizonte terão uma, cada.
O Departamento de Comércio dos Estados Unidos espera para este ano um número 18% maior de brasileiros visitando o país.
Fonte: br.noticias.yahoo.com

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Última versão de testes do Windows 8 chega em junho


Última versão de testes do Windows 8 chega em junho e irá preceder o lançamento final previsto para outubro

São Paulo – Em um evento para desenvolvedores, a Microsoft confirmou que irá liberar a última versão de testes do Windows 8 na primeira semana de junho.
A versão, chamada de Release Preview, foi anunciada por Steve Sinofsky, presidente da divisão Windows da Microsoft, e irá preceder o lançamento oficial do sistema operacional, previsto para ocorrer em outubro.
Com o Release Preview, a Microsoft irá totalizar 3 versões lançadas antes da versão final: uma para desenvolvedores e a mais recente, chamada de Consumer Preview, liberada para usuários finais. A empresa não confirmou se haverá alterações nesta última versão.
Recentemente a Microsoft confirmou também que o Windows 8 chegará em quatro versões, sendo duas para consumidores finais e pequenas empresas, uma para uso corporativo e outra destinada a dispositivos com arquitetura ARM (tablets e notebooks).
Fonte: Exame Info

Com 18%, partido xenófobo quer ser a direita "normal" da França


Paris - Ela não passou para o segundo turno das eleições presidenciais francesas, como desejava. Ainda assim, Marine Le Pen, a candidata do partido de extrema direita Frente Nacional (FN), não tirou mais o sorriso do rosto desde domingo, quando registrou uma votação histórica para a sigla: 6,4 milhões de pessoas, ou 17,9% do eleitorado, escolheram a extrema direita para governar a França nos próximos cinco anos. O resultado consolida os planos dos "frentistas" de substituir a direita tradicional francesa por uma direita dita "nacionalista", contrária não somente à imigração como à globalização econômica e cultural.
A direita tradicional francesa responde pelo nome de UMP, o partido do presidente Nicolas Sarkozy, e defende o livre mercado e a consolidação europeia, mas um maior controle das fronteiras do continente. As propostas permanecem distantes dos anseios da Frente Nacional, que ao longo do mandato de Sarkozy se queixou sem trégua da "imigração descontrolada" e da "islamização da França", além da "ditadura de Bruxelas", onde são tomadas as principais decisões da União Europeia.
Com o altíssimo escore registrado no primeiro turno, Marine Le Pen e sua turma entenderam que podem ter força o suficiente para ter mais peso na política francesa - os frentistas estão certos de que a extrema direita ocupa, cada vez mais, o lugar da direita tradicional, à exemplo do que aconteceu em outros países europeus, como a Áustria e a Hungria, onde a "direita nacionalista" se inseriu para ficar.
"Marine Le Pen deseja ver a derrota de Sarkozy para poder se apresentar como a oponente número 1 dos socialistas, ao mesmo tempo em que cria discórdias nos corredores da UMP, embora ela saiba que este continua sendo um partido difícil de desestabilizar", analisa o especialista em extrema direita Sylvain Crépon, da Universidade de Nanterre.
FN quer implodir a atual direita
O próximo passo nessa estratégia vai ser investir todas as fichas nas eleições legislativas, em junho, quando o partido espera eleger cinco ou seis deputados para retornar à Assembleia Nacional. "O seu objetivo é de provocar a implosão da direita francesa atual para fazê-la se recompor em torno dela e das ideias da Frente Nacional."
Por essa razão, Le Pen não deve apoiar a candidatura de Sarkozy contra o rival socialista François Hollande no segundo turno, em 6 de maio: ela deve incentivar os frentistas à se abster da votação. Mais do que nunca, o atual presidente se vê obrigado a cortejar ainda mais o eleitorado extremista, depois de já ter começado a sedução dos ultranacionalistas desde os primeiros movimentos da campanha.
Ainda assim, estima-se que cerca de 50% dos eleitores que votaram por Le Pen no último domingo migrarão para Sarkozy no segundo turno, enquanto em torno de 25% se inclina, paradoxalmente, a escolher Hollande. O restante não deve retornar à urnas.
Essa divisão acontece porque o eleitor da Frente Nacional, na realidade, não tem clareza sobre os significados do espectro político: são agricultores, operários e desempregados. Apenas 15% concluiu o segundo grau e menos ainda, 7%, frequentou bancos universitários. São, portanto, cidadãos suscetíveis a discursos populistas, sobretudo em momentos de crise como o atual.
"O voto Frente Nacional é cada vez menos um voto de protesto, como era há 20 anos. Percebemos uma verdadeira adesão ao discurso frentista, que foca na imigração como a principal razão para explicar os problemas econômicas da França", explica Jean-Yves Camus, um dos maiores especialistas no assunto do país. O pesquisador do Instituto Relações Internacionais e Estratégicas lembra que, a partir de 1988, as votações obtidas pelo partido extremista vêm aumentando a cada eleição, culminando com a ascensão ao segundo turno nas eleições presidenciais de 2002.
Discurso moderado
Desde que Marine Le Pen substituiu o pai, Jean-Marie Le Pen, no comando da sigla e adotou um discurso menos radical, assumir a adesão à Frente Nacional está deixando de ser um tabu. "Este é o maior perigo, principalmente porque cerca de 50% dos militantes da UMP são abertos a ouvir o discurso da Frente Nacional. São pessoas de direita que no fundo concordam com os argumentos da extrema direita, mas não com a forma como eles eram expostos na época de Jean-Marie Le Pen", observa. O pai de Marine era conhecido pelos discursos e piadas racistas, pelos quais responde na Justiça francesa até hoje, embora tenha se aposentado da política.
Apesar da "normalização" da retórica, os resultados da FN causaram indignação na França: desde o anúncio das porcentagens de cada candidato, a imprensa e o eleitores, nas ruas e redes sociais, tentam compreender quem é e onde está essa França xenófoba.
Os resultados definitivos mostram que as maiores votações aconteceram nas regiões da Alsace, na fronteira com a Alemanha, e de Alpes-Maritimes, onde há uma forte presença de imigrantes estrangeiros e estatísticas elevadas de violência urbana. Porém os especialistas garantem que os quase 18% de votos de Le Pen não são uma surpresa: além da adesão crescente ao programa do partido, a alta rejeição ao atual presidente levou milhares de franceses a quererem punir Sarkozy nas urnas. São estes mesmos eleitores que agora o governante tem a obrigação de conquistar, se não quiser ser o primeiro presidente em 30 anos a não conseguir se reeleger no país.
Fonte: Jornal do Brasil

Plataforma de livros digitais Kobo chega no Brasil em 2012


Uma nova plataforma planeja entrar no mercado de livros eletrônicos no Brasil, e o nome dela é Kobo. O anúncio foi feito nesta terça-feira (24), em São Paulo, durante uma feira realizada pelo grupo que controla a empresa. A Kobo oferecerá ainda esse ano não só sua loja de livros digitais, como também seu leitor digital, que leva o mesmo nome.
O leitor de e-books da Kobo ainda não tem preço oficial anunciado no Brasil, mas ele deve chegar junto com a plataforma no final do terceiro trimestre.
E-Readers da Kobo (Foto: Divulgação)E-Readers da Kobo (Foto: Divulgação)
Mesmo com a grande quantidade de plataformas de livros digitais no Brasil, nenhuma delas conseguiu uma grande base de usuários. Empresas como a pioneira Gato Sabido, a Livraria Cultura e Livraria Saraiva já oferecem suas próprias soluções, mas por algum motivo elas não se tornaram muito conhecidas.
Segundo Todd Humphrey, o vice-presidente de desenvolvimento de negócios, a loja da Kobovai oferecer livros gratuitos e pagos, mas todos em um formato aberto. Isso garantirá que os livros não tenham DRM: poderão ser lidos não só em seus aparelhos, como também em outras plataformas com suporte ao formato, como o Kindle, da Amazon, e o iBooks, da Apple.
As editoras, tanto no Brasil quanto lá fora, resistem bastante a esse formato de livro justamente por não ter uma proteção contra a distribuição livre dos arquivos. Por isso será interessante ver como a Kobo pretende fechar parcerias com as editoras brasileiras, e quais serão os preços médios de cada livro.
O preço, no final das contas, é um dos fatores que mais entravou a chegada de plataformas de livro digital no Brasil. Afinal, ninguém quer pagar o mesmo valor de um livro de capa dura em algo de bits e bytes.
Via Gizmodo.
Fonte: Techtudo

Atualização inclui Flamengo, Vasco e outros 18 no 'PES 2012'


Atualização vai incluir times da Libertadores deste ano. Foto: Divulgação
Atualização vai incluir times da Libertadores deste ano
Foto: Divulgação
PES 2012 vai receber uma atualização com os times e bola da Libertadores de 2012 nesta sexta-feira (27). Com a DLC, Flamengo e Vasco, que não estavam na versão atual do game por não terem ido ao campeonato sul-americano de 2011, entram para o portfólio de selecionáveis.
Boca Juniors, Lanús, Arsenal de Sarandí, The Strongest, Real Potosí, Universidad de Chile, Atlético Nacional, Junior Barranquilla, El Nacional, Olimpia, Nacional, Juan Aurich, Sport Huancayo, Defensor Sporting, Zamora, Guadalajara, Cruz Azul e Tigres UANL serão os outros times que vão entrar na atualização.
A Konami ainda prometeu incluir algumas alterações de jogabilidade no pacote.
Fonte: games.terra.com.br

Novos documentos comprovam que Havelange e Teixeira receberam suborno na Fifa

  • Ana Carolina Fernandes/ Folhapress
    Ricardo Teixeira e João Havelange em evento no Rio de Janeiro (01/02/2005)
    Ricardo Teixeira e João Havelange em evento no Rio de Janeiro (01/02/2005)
Agora está confirmado: Ricardo Teixeira usou a empresa Sanud junto com João Havelange para receber comissões em nome da Fifa e não repassou os valores aos cofres da entidade. Os valores finais ainda não foram fechados pela Justiça da Suíça, mas os subornos podem ter passado de US$ 40 milhões, entre 1978 e 2000. O escândalo está sendo investigado pelo Parlamento Europeu, que divulgou um relatório parcial esta semana.

NÚMEROS DO ESCÂNDALO

  • 1974-1998

    Duração do mandato de Havelange como presidente da Fifa
  • 1994-2012

    Período no qual Teixeira foi membro do comitê executivo da Fifa
  • US$ 40 milhões

    Valor do suborno recebido pelos dois dirigentes entre 1978 e 2000
  • 1982-2001

    Anos de fundação e falência da empresa de marketing esportivo ISL
  • 2001

    Ano no qual foi realizada a CPI do Futebol, que investigou Teixeira
    Parte dessas comissões milionárias foram recebidas pelos brasileiros entre 1989 e 1998, ano em que Havelange se afastou da presidência da Federação, depois de cumprir mandatos seguidos desde 1974.
    Além da Sanud, empresa investigada na CPI do Futebol em 2001 (e que tem o irmão de Teixeira, Guilherme, como procurador, no Brasil) os dois brasileiros usaram também o fundo  Renford Investiments, e a empresa Garantie JH para coletar propinas na venda de direitos de transmissão dos jogos das Copas do Mundo, “para um país da América do Sul”.
    As informações foram amplamente investigadas pelo promotor suíço Thomas Hildebrand que abriu ação criminal contra os dois brasileiros, mantendo seus nomes  sob sigilo judicial.
    Mas alguns documentos exclusivos obtidos porUOL Esporte,  no ano passado, permitem cruzar as datas dos depósitos efetuados em várias contas de empresas de fachada, usadas no maior escândalo de corrupção esportiva, que chega a 122,6 milhões de francos suíços ou cerca de US$ 160 milhões no total.
    Parte desse dinheiro (mais de US$ 40 milhões) ficou nas contas dos dois brasileiros que estavam por trás de um grupo de empresas listadas pela promotoria suíça.
    Mesmo mantendo o sigilo judicial imposto ao processo criminal que ainda tramita na Suíça, o promotor Hildbrand deu detalhes sobre as operações das duas pessoas denunciadas no recebimento de propina. Essas pessoas foram codificadas pelas letras H (Teixeira) e E (Havelange).

    ADVOGADOS NÃO LOCALIZADOS

    A reportagem do UOL Esporte tentou localizar os advogados de Ricardo Teixeira e Guilherme Teixeira, mas não obteve o sucesso no contato com os defensores da dupla.
    Na Suíça, corrupção privada só é enquadrada em crime quando envolve suborno em contratos comerciais. “Por isso as pessoas H e E foram incriminadas”, explicou o promotor usando as duas letras para proteger a identidade dos brasileiros.
    Segundo Hildbrand, “os dois, E e H, tinham participação financeira na companhia G (Sanud). Detalhes das operações individuais podem ser conhecidos no quadro abaixo”.
    Por esse quadro divulgado pelo Comitê Europeu de Cultura, Ciência, Educação e Mídia, que também investiga o maior escândalo do futebol mundial, 32 depósitos foram feitos entre 10 de agosto de 1992 até 4 de maio de 2000, na conta da Sanud (empresa G).
    O Parlamento Europeu divulgou nesta semana parte do conteúdo do processo que investiga o escândalo. Para preservar o sigilo judicial, o promotor apenas listou os depósitos feitos e a Comissão Europeia excluiu os nomes das empresas denunciadas.

    Apesar da coincidência das letras JH, até o relatório divulgado pelo Parlamento Europeu não se poderia afirmar que a Garantie era operada por João Havelange. A confirmação foi possível porque dados sigilosos do processo obtidos pelo UOL Esportetrazem a lista dos depósitos associada aos nomes das empresas beneficiárias. O roteiro de datas e valores divulgados pelos comissários europeus foi decisivo para o cruzamento dos nomes das empresas.Porém, cruzando as informações divulgadas esta semana pelo Parlamento Europeu com um dossiê de lista de empresas beneficiadas a que o UOL Esporte teve acesso, ano passado, foi possível checar cada depósito realizado com os nomes das empresas beneficiadas: A Sanud  e a Garantie JH receberam entre 1992 e 1997, 22 repasses financeiros, totalizando US$ 10 milhões. A Garantie JH recebeu em um único depósito de 3 de março de 1997,  US$ 1 milhão. Os outros dez repasses foram feitos para a conta da Renford Investiments Ltd.

    A dinheirama manipulada pela Fifa passava antes pelos cofres da International Sports Leisure (ISL), empresa de marketing esportivo montada por Havelange em associação com Adidas e a japonesa Dentsu, nos anos 80. A ISL tinha 50% de capital japonês e acabou quebrando em 2001.
    A falência da ISL chamou a atenção do Ministério Público e uma investigação criminal foi aberta na Suíça para apurar os motivos da falta de caixa. Um dos executivos da empresa, Jean Marie Weber, abriu o jogo e contou como o esquema funcionava.
    Há ainda outro detalhe importante revelado pelo promotor Hildbrand e que ajudou a confirmar os nomes dos brasileiros: “alguns depósitos foram feitos em contas dos filhos do suspeito H (Teixeira) e um dos contratos assinados pela Fifa leva a assinatura do suspeito E, em 97 e 98”.
    Está claro também de onde os dois recebiam comissão pela venda exclusiva dos direitos de transmissão do jogos: “O pagamento foi feito pela ISL e uma de suas subsidiárias a ISMM Investiments, que recontratava empresas para vender direitos de televisão e rádio a um país da América do Sul”. Os dois únicos interessados em direitos de televisão na América do Sul e que eram oficiais da Fifa, e que operavam a Sanud e a Garantie JH, são Ricardo Teixeira e João Havelange.
    “Os pagamentos foram feitos direta ou indiretamente aos dois (H e E); ambos eram executivos da Fifa e um deles ainda é”, revelou o promotor aos parlamentares europeus em depoimento dado em  março de 2012.
    Fonte: Copadomundo.uol.com.br

    Postagens populares

    Total de visualizações de página

    Páginas