Quem sou eu

Minha foto

Me chamo Rogério Rocha. Sou maranhense da cidade de São Luís, mas na verdade me sinto um cidadão do mundo. Sou pós-graduado em Direito Constitucional (Universidade Anhanguera-Uniderp-LFG), pós-graduado em Ética (IESMA), Graduado em Filosofia e Direito (UFMA), mestrando em Criminologia na Universidade Fernando Pessoa (Porto/Portugal). Atualmente sou Servidor do Poder Judiciário do meu estado. Exerci a advocacia durante 6 anos de minha vida,atuando nas áreas de Direito Civil (Família), Direito do Trabalho e do Consumidor. Fui professor do CEFET- MA (atual IFMA) por 2 anos, período em que lecionei tanto para o ensino médio quanto para os alunos de áreas técnicas as disciplinas de Sociologia, Filosofia e Metodologia do Trabalho Científico. Escrevo poesias desde os 12 anos de idade. Homem livre e de bons costumes, amante da música, da arte, da história e de viagens. Obs.: Postgraduate in Constitutional Law (University Anhanguera-Uniderp-LFG), Postgraduate in Ethics (IESM), graduated in Philosophy and Law (College); Public Server at Judiciary Power, Teacher, Poet.

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

A televisão 90 anos depois: entre tirinhas e tiradas

90 anos após a histórica transmissão realizada pelo cientista britânico John Logie Baird (em 26 de Janeiro de 2026) transmitindo, entre locais diferentes, imagem, som e movimento, dando início ao sistema televisivo, muito dessa inovadora tecnologia mudou.

Só o que não mudou, talvez, seja o modo como muitos encaram o famoso aparelho de entretenimento, pondo em dúvida sua real função social.

Na postagem de hoje decidi apresentar, a partir do que disseram algumas personalidades e tirinhas cômicas, o que pensam aqueles que veem a TV com os olhos de criticidade.

A televisão






















A televisão matou a janela. (Nelson Rodrigues)


Recado Hoje a televisão resolve tudo mostrando uma bunda de fora.


A terapia é o entretenimento dos ricos e a televisão o analista despreparado dos pobres. (André Dahmer)


Por Rogerio Rocha

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Sugestões de livros para entender a crise (Por Rogério Rocha)

No vídeo de hoje o tema é a crise mundial. Ou, como bem apontam os estudiosos, a crise no ocidente.
Para tentar encontrar as raízes do problema e quais as consequências para o rumo das democracias dos países que compõem o mundo ocidental, apresento pra vocês 4 (quatro) sugestões de leitura que certamente nos darão uma visão mais aprofundada a respeito desse assunto. Assistam ao vídeo! Espero que gostem.

Belchior - 'Mote e Glosa' (full album)

"Mote e Glosa" - Álbum lançado em 1974 pelo compositor e cantor cearense Belchior.

1 - Mote e glosa
2 - À palo seco
3 - Senhor dono da casa
4 - Bebelo
5 - Maquina I
6 - Todo sujo de batón
7 - Passeio
8 - Rodagem
9 - Na hora do almoço
10 - Cemitério
11 - Máquina II

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

INHOTIM: A DISNEYLÂNDIA DAS ARTES

O Inhotim, localizado a uma hora de Belo Horizonte/Brasil, parece um pouco com os parques temáticos da Disney. Enorme, com estacionamento para milhares de carros, restaurantes e lanchonetes variados ao longo do "parque" e atrações espalhadas por jardins impecáveis.

inhotim.jpg
Mas as semelhanças param por aí. Inhotim não é um "parque" qualquer, ele abriga um jardim botânico com espécies raras e belíssimas. Ao mesmo tempo é um museu de arte contemporânea com peças pensadas para o local.
Pareço bairrista falando que o Inhotim é tão bom, mas não conheço um museu tão diferente e bacana como ele. Claro que o Moma de NY, para citar um exemplo, tem obras bem mais importantes, mas a experiência do visitante não chega nem aos pés de Inhotim.
adriana-varejo-gallery-inhotim-park.jpg
Em Inhotim você entra em uma galeria ou pavilhão, aprecia a arte que está lá e depois sai por belos jardins que ajudam a digerir o que você viu. Você caminha centenas de metros até entrar em outra galeria e apreciar outras obras. É uma forma mais demorada e pensada de se ver arte.
98548801164.jpg
E Inhotim abriga muito boas obras contemporâneas:
inhotim-matthewsdentro.jpg  
Matthew Barney
inhotim-010.jpg Tunga
Inhotim2.jpg Chris Burden
inhotim07.jpg Adriana Varejão
Quem não conhece, vale a visita. Para quem já foi, é um lembrete para voltar e apreciar as novas galerias, que estão sempre sendo abertas.

Artigo originalmente publicado em:

Conheça a árvore mais antiga do mundo

"Velha Tjikko" está localizada na Suécia (Foto: Patrik Qvist via BoredPanda)
Apelidada de "Velha Tjikko" em homenagem à husky de estimação de Kullman, o pesquisador que a encontrou, a árvore mais antiga do mundo, descoberta em 2004, continua viva e crescendo normalmente. Sua idade, estimada em 9.500 anos, foi descoberta por meio de testes com carbono-14. Desde então, Tjikko vem sendo acompanhada regularmente por pesquisadores da região.
De acordo com Kullman, o tronco da árvore, uma pícea-norueguesa, revela que sua estatura baixinha ("praticamente um bonsai") foi determinante para sua longevidade: "árvores grandes não vivem tudo isso", constatou o estudioso de Tjikko.

tjikko (Foto: Karl Brodowsky)
(Via BoredPanda)
Reportagem retirada do site da Revista Galileu

Hackers ameaçam a privacidade de crianças através de jogos eletrônicos

Hackers ameaçam a privacidade de crianças através de jogos eletrônicos

domingo, 3 de janeiro de 2016

Postagens populares

Total de visualizações de página

Páginas